Etiqueta: fava

Acabei de triturar tudo o que pude, o que sobrou estava completamente empapado. Arranquei mais um balde enorme cheio de ervas. E semeei favas pela segunda vez, da primeira nem uma germinou (aproveitei para deitar fora essa caixa que era da Vilmorin). As que semeei agora não sei qual é a variedade, foi um vizinho que mas deu.
E mais um balde enorme de ervas. Se conseguisse manter este ritmo, ficava com tudo impecável rapidamente, mas não é possível. E também não está fácil arrancar ervas com a terra completamente molhada.

Camomila-dos-alemães
Camomila-dos-alemães, Matricaria recutita.

Hoje contra o costume, abati uma Betula papyrefera que estava no Jardim Branco, para dar espaço à Grande-cerejeira-branca. Já tinha uns cinco metros, deu-me um trabalhão. Arranquei imensas ervas e preparei mais terra no quintal para novas culturas. Colhi as favas todas.
Semeei Feijão-francês-trepador e Feijão-francês-anão — pacotes novos mas já com uns anos, se calhar já não são viáveis, mais valia ter comprado novos, mas não gosto de deitar nada fora.
Por fim transferi umas joaninhas e umas larvas da Camomila-dos-alemães para roseiras atacadas pelos detestados afídios.

Tulipa turkestanica
Tulipa turkestanica.

Começaram a florir as Tulipa turkestanica (AGM), mas em condições difíceis com tanta chuva. Mudei o vaso para local abrigado.
Primeiras folhas da Toona sinensis e da Magnolia wilsonii. Floriram as Frésias amarelas e os Narcisos ‘Tête-à-tête’.
No quintal aproveitei um raio de Sol e plantei quatro pés de Ervilha-de-cheiro de variedades que já não sei quais são porque a sementeira estava virada no chão. Também fava ‘Aqualdulce’ e ‘De Seville à longue cosse’ (tal como descrito no pacote Vilmorin). Descobri algumas ‘Super aquadulce’ de 2010 e resolvi semear também (este ano quero livrar-me destas sementes antigas e eventualmente inviáveis).

Floriu pela primeira vez a Fuchsia ‘Lady boothby’. Colhi as últimas favas (1,3Kg).