Etiqueta: violeta

Cyclamen coum

O Cyclamen coum ou “Violeta-da-pérsia” (apesar de não ser uma violeta) é originário da região do mediterrâneo oriental, onde cresce em florestas sombrias. De aspecto delicado floresce cedo e não exige grande manutenção. Recebeu o Award of Garden Merit da RHS.

Cultivo

São bastante tolerantes com o tipo de solo e não se preocupam demasiado com o PH, apesar de preferirem solos ligeiramente alcalinos, sendo importante assegurar uma boa drenagem. Sendo tolerantes à competição de raízes, crescem bem na base e por baixo da copa das árvores.

Sementeira

Os Ciclamens na sua forma comercial adquirem-se habitualmente na forma de tubérculos, mas também se podem adquirir sementes.
Para uma germinação consistente é importante obter sementes frescas, nalgumas espécies é essencial e devem ser semeadas mal estejam maduras, ou seja imediatamente antes da cápsula abrir. É benéfico mergulhar as sementes em água morna e deixá-las em água 24h. Sendo plantas que habitam debaixo de árvores de folha caduca, é bom de compreender que a luz é inibidora da germinação. Alguns especialistas defendem que é necessária escuridão total e outros dizem que basta um local muito sombrio. Eu diria que prefiro a escuridão total, que é o que melhor simula o tapete de folhas de Outono que cai sobre os Ciclamens.
As sementes colocadas na superfície do substrato, espaçadas 2cm entre elas e cobertas com 5 a 7mm de gravilha fina ou vermiculite. A germinação pode demorar de 30 a 60 dias e uma vez que as plântulas apareçam devem ser mudadas para um local com luz. As folhas desenvolvem-se a partir de um pequeno tubérculo e depois de se terem formado duas ou três, as plantas estão prontas para passarem para vasos individuais.

J F M A M J J A S O N D
Semear Semear Floração Floração

Pestes e doenças

Por cá, apenas os ratos podem ser um problema.

Links de interesse

The Cyclamen Society
Cyclamen coum: How to grow (The Telegraph)