Etiqueta: artemisia absinthum

Vasos
Alguns vasos à espera da Primavera.

Podei o Acer palmatum ‘Beni-maiko’ que está num vaso enorme. Não saí do quintal, onde andei a limpar canteiros e a podar coisas como o Limonete, Artemisia absinthum e Salva. Arranquei mais ervas, incluindo de bastantes vasos. Tenho agora um monte de ramos para triturar.

Artemisia absinthum
Joaninhas e afídios numa Artemisia absinthum.

Toda a tarde a acabar de limpar o pátio com a mangueira de pressão. Também mudei de sítio 39 vasos. Além destes dois partiram com as ventanias recentes. Nota para o próprio: Reduzir o número de vasos.

No quintal, podei a macieira ‘Jonagored’, que estava carregadinha de maçãs, mas agora já não está. Não há nenhuma que não tenha bicho e sobram apenas 12. As outras duas macieiras estão bem desanimadas — acho que não tenho regado o suficiente. Retirei umas Santolina viridis já depauperadas e podei as Artemisia absinthum que ameaçavam tomar conta de tudo. Também retirei meia-dúzia de pequenos ramos das laranjeiras.
No Jardim Branco podei a Grande-cerejeira-branca ‘Tai-haku’ e retirei uns pequenos ramos da Magnolia wilsonii.
No Jardim do Lago resolvi arrancar os girassóis, também já nas últimas. No fim, triturei tudo. Foi uma tarde inteira e olhando, pouco se vê diferente.

Plantei seis ou sete Anémona ‘The bride’ e quatro Ranúnculo ‘White’. Aterrou uma joaninha no braço, coloquei-a numa roseira. Artemisia absinthum está sempre carregada de afídios pretos.