Categoria: Indicações úteis

Afolhamento

Afolhear um terreno é colocar em prática uma série sucessiva de culturas de diferentes géneros. Desfolhar é mudar a ordem da sua sucessão ou a introdução de novos géneros. A cada divisão do terreno e a cada ano do giro das culturas, dá-se o nome de folha.
Para que o terreno de uma horta esteja vago o menor tempo possível, com a sua fecundidade conservada, é indispensável esta rotação de culturas, ou seja, não cultivar no mesmo local duas vezes seguidas a mesma planta. Por muito que se tente restituir à terra os princípios esgotados por meio de estrumação, a segunda cultura nunca terá o mesmo vigor e a terceira será ainda pior. Também há o risco de doenças e pestes se instalarem no solo, tornando-se um problema.

Teste de maturidade do composto

Segundo a brochura ABC da trituração e compostagem da Viking, verifica-se se o composto pode ser usado nas plantas, semeando agrião num vaso com uma mistura de terra e composto em partes iguais. Se o agrião crescer rapidamente sem apresentar uma coloração azul, o composto biológico pode ser usado sem problemas. Se as plantas não crescerem bem e as folhas apresentarem danos, o composto biológico é apenas adequado para aplicar cobrindo o solo.

Leite para prevenir doenças nos tomateiros

A dona Gayla Trail diz no seu You Grow Girl, que rega os tomateiros durante a sua época de crescimento com água misturada com leite, com excelente resultados.
Costuma diluir leite (eventualmente estragado) numa proporção de 50:50 e borrifa nas folhas ou rega com esta solução. Também faz notar que é a única vez que molha as folhas dos tomateiros, que como se sabe não gostam de humidade excessiva nas folhas.1

  1. Publicado originalmente no blogue Quinta do Sargaçal. []

Colheita de alfazema

A colheita da alfazema é um dos aspectos mais agradáveis de a cultivar, quando a fragância preenche o ar, não nos lembramos de mais nada.

Alfazema-dentada, Lavandula dentata
Alfazema-dentada, Lavandula dentata.

Não muito tempo após principiar o ciclo de floração, deve ser colhida cedo pela manhã, logo que esteja seca do orvalho ou da humidade nocturna. Isto permite que os óleos essenciais não percam qualidade quando expostos ao calor do Sol. Uma manhã fria, seca, mas solarenga é o ideal.
As espigas floridas da alfazema devem ser cortadas mal todas as flores estejam abertas e antes de algumas começarem a murchar, pelo ponto onde o caule encontra as primeiras folhas. Atam-se em grupos e colocam-se dentro de sacos de papel de forma que as flores não toquem no papel. Depois, penduram-se num local seco, arejado, longe da luz solar directa. As hastes também podem ser espalhadas num tecido, num quarto sombrio, bem ventilado.
Depois de secas as flores devem ser fechadas em recipientes herméticos até serem utilizadas.
Também se pode secar a alfazema simplesmente pendurando os grupos de cabeça para baixo. Não irá conservar a fragância por muito tempo, mas mantém a cor e forma, podendo ser utilizada em arranjos secos.

Bibliografia

Barrett, Patti. Growing & Using Lavender. North Adams, MA: Storey, 1996.

Evitar afídios nas favas

Piolho-negro-da-fava, Aphis fabae
Piolho-negro-da-fava, Aphis fabae.
Afídios nas favas
Observei pela primeira vez este afídio em 2013. Agradeço ajuda na identificação.

Quando as favas atingem a altura desejada e já têm as flores desenvolvidas, deve-se cortar a ponta (um ou dois andares de folhas). Desse modo, sem folhas tenras, evita-se a colonização por afídios.