Etiqueta: allium sphaerocephalon

Estive a plantar bolbos e demorei muito mais tempo do que contava. Porque já cometi um erro habitual da minha organização, que foi não verificar na altura da floração se existiam bolbos que já não floriam ou não estavam no seu melhor. Portanto, tinha 27 vasos cheios de bolbos que na verdade não sei em que estado. Verificar o que se passava em muitos desses vasos demorou imenso tempo.
No fim, acabei com mais vasos do que os que tinha no início, o objectivo de diminuir o número de vasos vai péssimo.

  • 40 Allium sphaerocephalon (AGM)
  • 2 Allium ‘Gladiator’ (AGM)
  • 2 Allium stipitatum ‘Mount Everest’ (AGM)
  • 35 Allium neapolitanum
  • 20 Tulipa ‘Van eijk’
  • 10 Tulipa ‘White flag’
  • 65 Muscari armeniacum (AGM)
  • 36 Muscari latifolium (AGM)
  • 14 Narcissus ‘Minnow’ (AGM)
  • 7 Narcissus ‘Tête-à-tête’ (AGM)

Já tinha desistido das tulipas, mas vieram num conjunto do Lidl. Os Allium neapolitanum são demasiados parecidos com uma peste que tenho por aqui, vou vigiar de perto.

Hemerocallis ‘Autumn red’
Hemerocallis ‘Autumn red’.

No quintal começaram a florir os Hemerocallis ‘Autumn red’, que nos vasos confundi antes com os Nectaroscordum siculum.
Dos bolbos que vieram da Holanda nem tudo correu bem. Já mencionei o fiasco Eremurus. As Fritillaria persica ‘Adiyaman’ estavam óptimas até começarem a secar todas, sendo agora evidente que não vão dar nada.
Das Fritillaria imperialis ‘Aurora’, nem sinal, diria que foram devoradas imediatamente (tal como as Rudbeckia nitida ‘Herbstsonne’ que transplantei, o que é pena porque não sei se voltam a aparecer no Lidl ou algures). O problema aqui é que estão fora do alcance visual diário e facilmente me esqueço de as vigiar.
Os Allium, mais uma vez, fracos, tanto os Allium ‘Purple sensation’ como os Allium Sphaerocephalon.
E por fim os Ornithogalum balansae também foram imediatamente devorados no Jardim Branco. Estes ainda consegui andar em cima e controlar minimamente os caracóis, mas por fim venceram porque as plantas são daquelas aparentemente irresistíveis e todas as noites surgiam mais caracóis vindos sei lá de onde.
O resto, aqueles mais habituais, correram bem.

Não foi possível continuar a plantar os bolbos no jardim, recorri aos vasos. Em dois plantei 50 Anemone coronaria ‘Mr. Fokker’. Noutros dois, 50 Allium sphaerocephalon. E em mais dois, 15 Nectaroscordum siculum. Afinal os bolbos “amigos das borboletas” estão etiquetados nos próprios sacos, não tinha reparado. O que plantei no outro dia num vaso junto com as Fritillaria persica ‘Adiyaman’ são Leucojum aestivum, que li algures terem potencial de se tornarem invasivas, portanto em vaso não é mau.