Etiqueta: ocimum basilicum

Manjericão vermelho
Manjericão vermelho, Ocimum basilicum ‘Purpurascens’.

Manjericão vermelho

Acho que este ano a colheita de Manjericão vai ser óptima. Além do Manjericão-vermelho tenho o Manjericão ‘Genovese’.

Flor do Norte
Flor do Norte no dia 14 de Março de 2020. iPhone XR, VSCO Kodak Portra 160NC.
Flor do Norte
Flor do Norte hoje. iPhone XR, VSCO Kodak Portra 160NC.

A última vez que tinha ido ao Flor do Norte foi no dia 14 de Março, nem comprei nada. Havia poucos colaboradores — apesar de não estar ninguém já com o medo da pandemia —, não tive paciência para esperar. Hoje voltei, pouca gente (por metro quadrado) como é habitual para um espaço tão grande, com excepção da Páscoa e outras épocas festivas. Comprei algumas plantas:

  • 1 x Manjericão, Ocimum basilicum
  • 1 x Erva-dos-gatos (talvez Dactylis glomerata)
  • 2 x Bidens ferulifolia
  • 3 x Coreopsis (não sei qual)
  • 1 x Tibouchina ‘Peace baby’
  • 2 x Mirtilo, Vaccinium myrtillus ‘Goldtraube’
  • Também uns pés de Couve-da-póvoa e Couve-coração.

À noite transplantei o Manjericão para um vaso maior (é só para dizer que tenho, uma vez que este ano não semeei). Também fiz uma sementeira de Tagetes patula nana ‘Orange flame’.

Quando podei o Cestrum nocturnum aproveitei quatro estacas para o tentar reproduzir. Só quatro porque sou sempre assim, pessimista em tudo, menos no jardim e na saúde.
E como o optimismo é contagiante, completamente fora do tempo semeei Manjericão-vermelho. Esqueci-me antes e nem tive grande tempo… as duas coisas. Mas é uma planta que não queria perder. Como o tempo está mudado, costumamos ter calor até ao fim de Outubro ou mais, por isso vamos a ver, para contar como foi.
No quintal nos canteiros 1 e 4, semeei uma linha de uma mistura “anti-caracóis”. Por essa ordem de ideias precisava de encher o quintal destas plantas. Alguém me deu estas sementes porque nunca compro nada sem nome.
Por fim num tabuleiro semeei uns feijōes que uma amiga me trouxe do Japão e já não me lembro exactamente o que são. E no lado direito da porta da garagem Callistephus chinensis. Também estou a utilizar estas sementes porque mais uns tempos e estarão inviáveis.

Manjericão-vermelho
Manjericão-vermelho, Ocimum basilicum ‘Purpurascens’.
Vagens 'Maravilha-de-Piemonte'
Vagens ‘Maravilha-de-Piemonte’. Como se pode ver, por alguma razão, há umas bastante diferentes.

Plantei cinco pés de Manjericão vermelho, Ocimum basilicum ‘Purpurascens’ e seis de ‘Aroma 2’ no quintal. Junto, uma nova linha de Feijão ‘Maravilha-de-Piemonte’, também colhi um quilo de vagens das linhas anteriores.

Semeei no canteiro 2, da esquerda para a direita, feijão ‘Maravilha de Piemonte’ e ‘Catarino’, duas fileiras de cada. Voltei a semear Manjericão vermelho, Ocimum basilicum ‘Purpurascens’, espero que desta vez germine e não seja devorado, porque é uma planta adorável. Transplantei para vasos dois pés de Manjericão ‘Pluto’ e 14 pés de Manjericão ‘Aroma 2’ F1. Também transplantei cinco pés de Malagueta ‘De cayenne’, todos comidos. Também dois pés de Malagueta ‘Golden cayenne’. Este ano as malaguetas foram um desastre, a maior parte não germinou e desconfio que algumas que terão germinado, foram devoradas imediatamente. O mesmo para os pimentos, uma desgraça. Pela minha experiência, as malaguetas necessitam de uns 20ºC consistentes, o que este ano não há. Estão neste momento 17ºC e já se anunciam mínimas de 12ºC para os próximos dias.
No Jardim do Lago, três pés de milho-doce ‘Fiesta’.